Curso 2014


cartaz_ctlca_vrFinal-01-01

C.TLCA – Curso Tecnologias Livres na Criação Artística

O curso busca fomentar a liberdade e autonomia na produção artística mediada por tecnologias digitais entre artistas, técnicos, pesquisadores e estudantes, através da utilização de ferramentas de software e hardware livres e/ou baratas e de grande potencial, e também de uma abordagem de temas ligados à criação e performance de conteúdos através de metodologias abertas, livres, críticas, rebeldes, intuitivas, inclusivas – por exemplo a improvisação, os processos criativos coletivos mediados por rede, técnicas não-tradicionais de notação e composição, técnicas de sampleamento e remixagem, etc.

Voltado a pessoas que tenham potencial para desencadear processos criativos posteriores, tem 64 horas-aula e está organizado em quatro módulos (I. Áudio, II. Imagem e Vídeo, III. Interfaces e IV. Composição e Produção). A principal ferramenta explorada é o Pure Data (http://puredata.info) – um ambiente de programação em tempo real voltado para produção de áudio/música, vídeo, interfaces interativas para dança, teatro, performance, etc. Outras ferramentas abordadas e utilizadas são o Processing, Arduino, Ardour, Audacity.


Mostras de Arte com Mediação Tecnológica

No encerramento de cada módulo foi realizada uma mostra pública, espaço dedicado à difusão e intercâmbio da produção artística através das tecnologias discutidas direta ou indiretamente no curso. Nesse sentido, os convidados são pessoas que produzem arte com ferramentas livres, estratégias sociais autônomas, conhecimentos e discursos livres. O objetivo é criar um espaço aberto de fruição, convivência e diálogo entre os participantes do curso e a comunidade de modo geral, divulgando as atividades do curso e o trabalho dos artistas.


Professores e Artistas

Bruno Rohde

brunorohde Pesquisador em arte e cultura, músico, artista visual e multiplicador de conhecimento (professor, oficineiro). Mestre em Cultura e Sociedade pelo Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade (Pós-Cultura) da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Graduado em Comunicação Social Publicidade e Propaganda pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM-RS). Integrante do Grupo de Pesquisa Poéticas Tecnológicas: Corpoaudiovisual, do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Professor Milton Santos (IHAC) – UFBA. Pesquisa e desenvolve softwares e interfaces físicas com tecnologias livres para composição e interatividade em performances de diversos campos artísticos (dança, performance, música, design sonoro, artes visuais, arte telemática, live cinema, etc.). Atualmente se dedica à produção artística multilinguagens com tecnologias livres e a atividades de educação, atuando como professor substituto na Área de Concentração em Artes e Tecnologias Contemporâneas no IHAC-UFBA (http://cursosihac.wordpress.com).

Plataforma Lattes: http://lattes.cnpq.br/4425199915978627

Cristiano Figueiró

cristianofigueiro Professor do Instituto de Humanidades Artes e Ciências Professor Milton Santos (IHAC) da Universidade Federal da Bahia (UFBA)  e Coordenador da Área de Concentração em Artes e Tecnologias Contemporâneas. Doutor em Composição Musical pela UFBA (2012), possui Mestrado em Música pela UFG (2005) na linha Composição e Novas tecnologias e Graduação no Bacharelado em Música – Violão pela UFSM (2003). Atua principalmente com composição musical, música computacional, composição eletroacústica, performance musical e arte interativa. Coordena o Grupo de Pesquisa “Poéticas Tecnológicas” ao lado da Drª Ivani Santana. Participou com duas composições na gravação do Cd “In itinere” com o grupo da música eletroacústica da UFG e recentemente gravou uma composição no Cd “Compositores da UFBA”. Em 2008 recebeu o 1º Prêmio no Concurso Nacional de Composição “Ernst Widmer” com a peça “Canela-Gamboa” para violão solo. Ganhou o Prêmio Interações Estéticas 2010 com o Projeto ” Samba e raiz Africana no Rio Grande do Sul – Arranjos e gravações dos mestres Paulo Romeu e Paraqueda”. Em 2014 realizou em Salvador concerto pelo Sesc Partituras e  coordena o desenvolvimento de aplicativos musicais no projeto Música Móvel. (http://musicamovelbahia.wordpress.com)

Plataforma Lattes – http://lattes.cnpq.br/0290575455869096


Artistas Convidados

Enrique Franco (Bogotá – Colômbia) – http://vimeo.com/enriquefranco,

enriqueArtista e designer com experiência nas áreas de programação e performance multimídia, design de interação, desenvolvimento de interfaces e objetos interativos, som e música.  Tem apresentado e publicado seu trabalho artístico e de pesquisa em diversos festivais, exposições e conferências na Europa, América Latina e Japão. Trabalha em projetos artísticos e ações de formação em arte e tecnologia em Salvador-Bahia (Brasil), com o Colectivo Plug e como artista independente. Formado em Desenho Industrial pela Universidade Nacional da Colômbia, Mestre em Artes Digitais pela Universidade Pompeu Fabra de Barcelona e Mestre em Ciências pela Universidade de Limerick, na Irlanda. Tem sido assistente de pesquisa no Centro de Design de Interação – IDC, da Universidade de Limerick (Irlanda), Professor do programa de Desenho de Mídia Interativa da Universidade Icesi em Cali (Colômbia), Professor do Departamento de Desenho da Universidade dos Andes e do Departamento de Estética da Universidade Javeriana (Colômbia). Atualmente é aluno de doutorado do Programa Multidisciplinar de Pós-graduação em Cultura e Sociedade na Universidade Federal da Bahia (UFBA), na linha de pesquisa em Cultura e Arte. (http://vimeo.com/channels/colectivoplughttp://richie.idc.ul.ie/~enrique/)

Fernando Krum (Porto Alegre – RS) – http://www.ferkrum.com

ferkrum-mostra-musa2012Fernando Krum é engenheiro eletricista graduado pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), especialista em fotografia criativa pela escola EFTI (Madrid, Espanha) e mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Professor Milton Santos (UFBA, Salvador) abordando as práticas transversais em artemídia. Participou de mostras de fotografia internacionais (PhotoEspaña 2007), coordenou a performance interativa “Fluxstudio” (Salvador – Madrid) em colaboração com o centro Medialab Prado de Madrid. Atua como pesquisador e desenvolvedor de novas mídias utilizando tecnologias livres, tendo desenvolvido obras interativas que foram expostas no Museu da Imagem e do Som (SP) e no Museu de Arte Moderna da Bahia, no circuito Vivo Arte.mov.

Glerm Soares (Curitiba – PR)http://glerm.devolts.org

glermPesquisa e documenta construção de instrumentos e controladores para performances artísticas, sendo estes produzidos com técnicas artesanais de software e hardware livres.
Desenvolve tutoriais de arte e tecnologia na web no projeto De Volts e também ministra workshops com seu conteúdo. Desde os anos 90 teve intensa atuação como performer e compositor, roteirista e dramaturgo em bandas e trupes como Matema, Jason, Malditos Ácaros do Microcosmos, Radio Macumba e Vitoriamario. (http://soundcloud.com/organismo). Atualmente compila técnicas, repertório poético e audiovisual para uma didática da composição algorítmica. (http://github.com/glerm)

Jan Cathalá (Salvador – BA)

janFormado em Ciência da Computação 2010 – Faculdade Ruy Barbosa (Salvador / BA), pesquisa e desenvolve projetos, protótipos e produtos de hardware e software relacionados a IHC, visão computacional, reconhecimento de gestos, superfícies tangíveis, novas mídias, sistemas interativos. Desenvolve mesas interativa multitoque de baixo orçamento, compõe projetos para cenário virtual usando recursos de video mapping, sensores óticos e linguagem de programação visual. Desenvolvedor web, auxilia e produz sistemas de gerenciamento de conteúdo para websites. Atualmente dedica­‐se a desenvolver aplicativos musicais para dispositivos móveis.

José Balbino (Salvador -BA)

balbinoEntusiasta das novas mídias e especialista na utilização de softwares livres na produção multimídia. Já participou dos principais programas nacionais de inclusão digital como a Ação Cultura Digital, do Ministério da Cultura, onde atuou como coordenador de implementação multimídia nos estados da Bahia, Sergipe e Alagoas; Programa Gesac, do Ministério da Cultura, atuando como implementador social em todo a região Nordeste do país. Foi fundador da ONG Descentro, e participou de conferências internacionais de conhecimento livre: Pedagogical Faultlines (Amsterdam, NL, 2008), Transmediale Festival (Berlin, DE, 2009), apresentando experiências no tocante ao uso das novas mídias aplicadas na educação e produção de bens culturais em comunidades tradicionais. Atualmente é colaborador dos coletivos Nordeste Livre, Rede Mocambos e Rádio Amnésia onde desenvolve a pesquisa de softwares livres para a produção de áudio e vídeo. Paralelamente toca a pesquisa de vertentes musicais negras através do projeto Cidadão Comum Sistema de Som, e do estúdio Arembadub, em Arembepe, Bahia. Nos últimos três anos foi coordenador geral do festival FIAR – Festival de Intervenções Artísticas do Recôncavo, realizado através da Rede Nacional das Artes Visuais – Funarte (http://fiarbahia.wordpress.com). Produziu discos de diversos artistas da cultura popular, como o Grupo Cultural Côco de Umbigada (Olinda, PE), Trio Araponga (Cachoeira, BA), entre outros.

rANGEL (Brasília – DF) – http://www.facebook.com/rANGELaudiovisual

rAngelUm artista sincronizando vibrações sonoras com os seus vídeos em uma performance multisensorial de videoarte e música eletrônica experimental. Rangel futuca parâmetros composicionais, fazendo da exploração ao vivo um processo complementar à composição original das trilhas sonoras e desnarrativas visuais, em uma exploração do limite entre o interior e o exterior do computador como caixa-preta, expondo os processos de criação de software e criação audiovisual. A performance desdobra o interior da máquina, construindo uma experiência de cinema ao vivo com uso de uma metalinguagem entre a programação de software e a expressão poética. Apresentação parte de desafio criativo de composição de uma música (e um vídeo) por semana durante o ano de 2014. Rangel desenvolve também o software de VJ “Quase-Cinema”, uma plataforma para criação de cinema ao vivo, experimentação audiovisual e arte-educação. http://www.quasecinema.org


Ficha Técnica

Coordenação Geral: Bruno Rohde

Professores: Bruno Rohde e Cristiano Figueiró

Artistas:  Alexandre Rangel (Brasília/DF), Enrique Franco (Bogotá/COL), Fernando Krum (Porto Alegre/RS), Glerm Soares (Curitiba/PR), Bruno Rohde, Cristiano Figueiró, Jan Cathalá e José Balbino (Salvador/BA).

Produção e Comunicação: Thayná Lima

Produção Executiva: Patrícia Bssa

Fotografia: Alex Oliveira

Registro em Vídeo: Tatiana Trad, Isaac Souto e Priscila Rodrigues

Edição de Vídeos: Caetano Britto e Priscila Rodrigues

Identidade Visual: Diogo Navarro

Gestão de Redes Sociais: Luísa Saad

Apoio Financeiro:

marca_fcba

Projeto contemplado no Edital 21/2012 – Culturas Digitais da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.

Apoio Institucional:

apoios_reunidos

Anúncios